Gira mundo

Sonia Racy

29 de julho de 2010 | 23h04

Nos tempos de ministra, entre um embate e outro com o governo, Marina Silva brincava com Henrique Meirelles, presidente do Banco Central: “Ei, Meirelles, e pensar que já fui seu dirigente”.

Frisando há quanto tempo, ele chegou a responder: “De 1962 a 1964, na Juventude Estudantil Católica”.

A história está na biografia de Marina. Será lançada dia 9.