Gigante dos alimentos, Mars se posiciona contra publicidade infantil

Sonia Racy

15 de março de 2020 | 00h30

A gigante de alimentos Mars – dona de marcas como Twix, Snickers e M&Ms – se manifestou na consulta da Secretaria Nacional do Consumidor pela manutenção da proibição da publicidade infantil.

A empresa apresentou diversos critérios reconhecendo que menores de 12 anos são mais vulneráveis e não podem ser alvos diretos de conteúdos comerciais.

Sem doce 2
A multinacional Unilever também anunciou globalmente que não fará mais publicidade infantil de alimentos, seguindo outras empresas que já haviam se comprometido nesse sentido, como a Coca-Cola e a brasileira Mercur.

No mês passado, Sergio Moro mostrou-se favorável à flexibilização da publicidade, alegando que a regulamentação excessiva prejudicaria a produção de atrações para o público infantojuvenil.

De pé

Maria Bethânia vai fazer pela primeira vez um show em local fechado com ingressos de pista a preços populares.

A apresentação, no dia 17 de maio no Espaço das Américas, marca o lançamento do documentário Fevereiros em DVD. O filme registrou a vitória da Mangueira no carnaval de 2016, quando a cantora foi homenageada.

Outras palavras

A livro estreia de Alfredo Nugent Setubal na já circula nas mãos de alguns leitores. O Livro de Líbero, que vai ser lançado oficialmente em 14 de maio, é a primeira obra nacional a ser incluída no Intrínsecos – clube de assinantes da editora.

Tendências: