Generosidade

Sonia Racy

23 de março de 2011 | 23h07

Nelson Mandela bateu o martelo. Sua fundação assinou acordo com o Google para a digitalização de notas, cartas e diários escritos pelo sul-africano durante os 27 anos em que ficou preso.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.