Garfo e faca

Sonia Racy

26 de outubro de 2013 | 01h02

Indagado anteontem por João Doria sobre a pesquisa do Ibope, Michel Temer afirmou que o resultado foi bom, mas não muito diferente do Datafolha.

E completou: “Não me iludo com pesquisas. Principalmente as feitas muito antes do pleito. Servem apenas de balizadores, não decidem eleição”.

Garfo e faca 2

Aliás, Temer surpreendeu, repetindo, duas vezes, convite para que os mais de 100 empresários presentes ao jantar do Lide usem o acesso à vice-presidência para apresentar demandas.

E exaltou a privatização (usou, sim, essa palavra) do campo de Libra como conquista substantiva do governo Dilma – no que foi plenamente aplaudido.

Garfo e faca 3

Durante o evento, André Esteves se mostrou otimista em relação ao País, embora fazendo a ressalva de que o governo precisa acelerar os projetos de infraestrutura. Maria Luiza Trajano enfatizou a importância do varejo, reclamando, entretanto, da pesada carga tributária.

Já Roberto Cortes, da VW Caminhões, era só sorrisos. Seu setor vai de vento em popa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.