Garantia firme

Redação

08 de outubro de 2008 | 08h21

Acertada a medida que autoriza o Banco Central a comprar carteiras de crédito de bancos na linha de redesconto. O sinal é claro: o BC não vai deixar nenhum banco brasileiro balançar. Não vai se arriscar a fazer o teste “vamos deixar o sistema se virar”, como fez inicialmente os Estados Unidos, levando o Lehman Brothers a quebrar e aprofundando dramaticamente a crise mundial.

O fato é que os bancos privados, que querem comprar as carteiras de crédito, têm um problema: saber onde estão os riscos. Diferentemente do que acontece com o sistema financeiros – cujas tesourarias são rigidamente controladas pelo BC -, o departamento financeiro das empresas corre livre e solto.

Quem imaginaria, por exemplo, que Sadia e Aracruz teriam feito operações cambiais gigantes, totalmente alavancadas, que acabaram em prejuízos tão grandes quanto?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: