Fundo 3G quer ampliar operações na área educacional

Sonia Racy

30 Janeiro 2018 | 01h10

O 3G não vai se limitar à compra da Inova BH, que pertencia à Odebrecht, aprovada pelo Cade na sexta-feira.

Pelo que se apurou, o fundo de investimento – criado pelo trio Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles – quer ampliar, este ano, suas operações na área de educação no Brasil.

Fala-se no mercado sobre sondagem ao Grupo SEB. “Estou mais para comprador que para vendedor, vou abrir capital e estou engatilhado para mais três aquisições”, atesta Chaim Zaher, observando que muitos fundos o procuram… toda semana.

Leia mais notas da coluna:

Estado tem de ‘deixar de ser tutelar e ser indutor’, diz Rial, do Santander

Prazo para aprovar projetos via Lei Rouanet caiu pela metade