Fumacê

Sonia Racy

22 de julho de 2010 | 23h10

Corria ontem por Brasília que Antônio Carlos Costa d’Ávila Carvalho, corregedor-geral da RF, teria pedido para ser excluído da lista de auditores que poderiam ser alçados a titulares da RF.

Tudo por causa do vazamento do nome de Antonia Neves da Silva como principal suspeita de ter quebrado o sigilo fiscal de Eduardo Jorge. Ela é a única analista entre os que tiveram acesso aos dados. O nome dos auditores não vazou.

Detalhe: é antiga a rixa na RF entre analistas e auditores.

Tendências: