Fuça-fuça

Sonia Racy

15 Março 2015 | 01h04

Enquanto a Lava Jato esquenta o clima no Congresso, a CGU entra em ritmo “industrial”. Tem pela frente a missão de investigar um total de 18 empresas, para o que escalou 36 analistas financeiros. A equipe tem 30 dias, prorrogáveis, para dizer ao procurador-geral, Valdir Simão, quais seriam inidôneas.

Status que as impediria de contratar obras pagas com dinheiro público.