Fruta de paulista

Fruta de paulista

Sonia Racy

10 de fevereiro de 2019 | 00h05

RAPHAEL HENNIES, DEMIAN SALOMÃO E JONATAS GARCIA. FOTO: IARA MORSELLI /ESTADÃO

RAPHAEL HENNIES, DEMIAN SALOMÃO E JONATAS GARCIA. FOTO: IARA MORSELLI /ESTADÃO

Uma das ideias da Puro Verde é aproveitar frutas típicas e pouco conhecidas de São Paulo para sua produção de kombucha. Portanto, ninguém espere uma garrafa do chá feito com açaí, por exemplo. “A ideia é que a produção valorize a sustentabilidade. O gasto energético de trazer o açaí da Amazônia para cá já inviabilizaria isso. Temos a mata atlântica aqui”, explica Raphael Hennies, sócio da marca junto com Demian Salomão e Jonatas Garcia. Com crescimento de 400% de 2017 para 2018, um dos pilares da Puro Verde é o trabalho com pequenos produtores e produtos orgânicos. “Nosso fornecedor pode ser até uma senhora que tem um pequeno quintal em casa com três pés de árvores frutíferas.”