Fruta de paulista

Fruta de paulista

Sonia Racy

10 de fevereiro de 2019 | 00h05

RAPHAEL HENNIES, DEMIAN SALOMÃO E JONATAS GARCIA. FOTO: IARA MORSELLI /ESTADÃO

RAPHAEL HENNIES, DEMIAN SALOMÃO E JONATAS GARCIA. FOTO: IARA MORSELLI /ESTADÃO

Uma das ideias da Puro Verde é aproveitar frutas típicas e pouco conhecidas de São Paulo para sua produção de kombucha. Portanto, ninguém espere uma garrafa do chá feito com açaí, por exemplo. “A ideia é que a produção valorize a sustentabilidade. O gasto energético de trazer o açaí da Amazônia para cá já inviabilizaria isso. Temos a mata atlântica aqui”, explica Raphael Hennies, sócio da marca junto com Demian Salomão e Jonatas Garcia. Com crescimento de 400% de 2017 para 2018, um dos pilares da Puro Verde é o trabalho com pequenos produtores e produtos orgânicos. “Nosso fornecedor pode ser até uma senhora que tem um pequeno quintal em casa com três pés de árvores frutíferas.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: