Freud explica

Sonia Racy

15 de agosto de 2012 | 01h05

Virou piada na Argentina o ato falho da presidente Cristina Kirchner em palestra ao lado do Nobel de Economia Joseph Stiglitz– anteontem à noite, em Buenos Aires.

Ex-FMI e hoje crítico do organismo, o economista declarou que, nas crises vividas pelos EUA nos anos 80 e em 2008, o governo evitou que os bancos americanos falissem. Como? Fixando o valor de seus ativos em um nível intermediário entre o valor de mercado e o valor contábil.

Freud 2

A operação acabou explicada pela tradutora do evento como “truchar las estadísticas”. Truchar, na gíria portenha, significa “falsificar”. Ouvindo isso, Cristina entusiasmou-se: “Si vamos a truchar, truchemos todos”, afirmou, frisando que, caso fosse presidente dos EUA, teria tomado a mesma decisão.

Detalhe: seu governo é acusado de manipular estatísticas.