Foliões baianos pularam esperando… o sertanejo

Foliões baianos pularam esperando… o sertanejo

Sonia Racy

25 de fevereiro de 2017 | 00h20

FOTO JEFERSON PEIXOTO/SECOM PMS

FOTO JEFERSON PEIXOTO/SECOM PMS

Salvador ferveu na noite de quinta-feira. Do alto de seu trio elétrico no circuito Barra-Ondina, Ivete Sangalo mandou o som parar e gritou para os foliões: “Pai, pai, segura seu filho. Olha a cara assustado dele, no meio da multidão” e prosseguiu com o show.

A cena aconteceu em frente ao Camarote Salvador, do empresário Duquinho Magalhães, irmão do prefeito da cidade. Na área vip do local, o prefeito ACM Neto, animadíssimo, elogiou as campanhas de conscientização de alguns grupos e informou sobre duas casas montadas para atender a mulheres que tenham sofrido alguma violência.

O show interno mais esperado da noite era o da cantora sertaneja Marília Mendonça, dona de um dos hits do momento, ‘Eu tô com Ismo’, que cravou presença por três noites em Salvador – quinta, ontem e hoje –, antes de ir a festas em Minas e Piauí.

Ela contou que tem sido muito procurada por mulheres que sofrem abusos e se dizem ajudadas por suas músicas. “Assédio não é só quando a pessoal encosta em você, é também quando ela fere seus sentimentos. Minha colaboração nessa luta é nesse sentido”, diz a cantora. A DJ Marina Diniz, uma das mais requisitadas do eixo Rio-SP, comandou as carrapetas do camarote. / SOFIA PATSCH VIAJOU A CONVITE DO CAMAROTE SALVADOR