Fogo de palha

Sonia Racy

26 de setembro de 2011 | 23h08

Poucos servidores foram ao Culto da Glória de Deus, sexta, no auditório do Palácio do Planalto. Convocado por e-mail pela secretaria-geral da Presidência, o debate sobre mistura de Estado com religião dividiu os funcionários públicos.

No mar de mensagens trocadas, uma fez escola: “Por gentileza, vamos trabalhar?”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: