Flex

Sonia Racy

11 de dezembro de 2013 | 01h01

Depois de sete anos, o Museu Nacional do Açúcar e do Álcool começa a sair do papel.

A primeira etapa do projeto, que contemplou a recuperação do Engenho Central – antiga propriedade da família Biagi –, será entregue dia 14.

Custo total? R$ 40 milhões. O Ministério da Cultura aprovou a captação de R$ 10 milhões desse montante via Lei Rouanet.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: