Filipe Sabará defende campanha de ONG e fala em ‘dor de cotovelo’

Filipe Sabará defende campanha de ONG e fala em ‘dor de cotovelo’

Sonia Racy

16 de setembro de 2017 | 00h50

BRUNO GAGLIASSO ABRAÇA MULHER EM SITUAÇÃO DE RUA PARA CAMPANHA DA ONG ARCAH

BRUNO GAGLIASSO ABRAÇA MULHER EM SITUAÇÃO DE RUA PARA CAMPANHA DA ONG ARCAH. FOTO: GABRIEL WICKBOLD

Filipe Sabará, secretário de Assistência Social do município, defendeu a campanha da ONG Arcah – da qual é fundador –, chamada de oportunista por divulgar fotos moradores de rua nus abraçados.

“Os artistas abraçam pessoas e as tornam visíveis e ainda criticam? Normalmente quem atende essa população são ONGs com poucos recursos. Aí vem uma que pode ajudar um pouco mais, e gera essa dor de cotovelo…”

Leia mais notas da coluna:

+ Lava Jato ‘não sofrerá revés’ com Raquel, garantem magistrados
+ Defesa de Rocha Loures pede invalidação das provas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: