Filipe de Almeida Assis fala sobre investimento no mercado internacional de arte

Sonia Racy

26 de novembro de 2020 | 00h40

Baseado em Londres, Filipe de Almeida Assis montou a FAA – onde usa a experiência em investimentos alternativos para aconselhar aquisições no mercado internacional de arte. “O setor oferece boa rentabilidade quando se segue uma estratégia que privilegia o retorno financeiro”, explica ele, que vem ao Brasil a cada dois meses visitar clientes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: