Fila de espera

Sonia Racy

02 de junho de 2015 | 01h08

Cerca de R$ 500 milhões deixaram de ser investidos pelo governo em obras e compras de equipamentos na área da saúde nos quatro primeiros meses do ano. É o que mostra novo levantamento do Conselho Federal de Medicina a ser divulgado amanhã, com base em dados do Siafi.

O estudo mostra que, no mesmo período de 2014, o Ministério da Saúde investiu R$ 1,4 bilhão – que este ano caíram para R$ 865,7 milhões. Uma diferença de R$ 124 milhões/ mês, ou R$ 4 milhões/ dia.

Espera 2

De acordo com o CFM, além do atraso na aprovação do Orçamento para 2015 e do ajuste fiscal, “a desaceleração nos investimentos resulta da má qualidade da gestão financeira no setor, que tem postergado melhorias essenciais nas sobrecarregadas unidades do SUS”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.