Fila de espera

Sonia Racy

02 de junho de 2015 | 01h08

Cerca de R$ 500 milhões deixaram de ser investidos pelo governo em obras e compras de equipamentos na área da saúde nos quatro primeiros meses do ano. É o que mostra novo levantamento do Conselho Federal de Medicina a ser divulgado amanhã, com base em dados do Siafi.

O estudo mostra que, no mesmo período de 2014, o Ministério da Saúde investiu R$ 1,4 bilhão – que este ano caíram para R$ 865,7 milhões. Uma diferença de R$ 124 milhões/ mês, ou R$ 4 milhões/ dia.

Espera 2

De acordo com o CFM, além do atraso na aprovação do Orçamento para 2015 e do ajuste fiscal, “a desaceleração nos investimentos resulta da má qualidade da gestão financeira no setor, que tem postergado melhorias essenciais nas sobrecarregadas unidades do SUS”.