Ficha limpa

Sonia Racy

05 de agosto de 2015 | 00h20

Integrantes do Ministério Público fazem “visita oficial” entre amanhã e segunda à Papuda, em Brasília, e a dois presídios de Santa Catarina – em Curitibanos e Itajaí. Buscam informações para um relatório detalhado a ser entregue à Justiça italiana.

Objetivo? Comprovar que esses locais têm toda condição de receber Henrique Pizzolato. O Conselho de Estado italiano deve decidir sobre a extradição em setembro.