FHC escreve a Toffoli para informar de ausência em sua posse

Sonia Racy

11 Setembro 2018 | 00h55

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO. FOTO: EVELSON DE FREITAS/ESTADÃO

Aos 87 anos, com viagem marcada para Santiago, “vozes familiares pesam e me obrigam ao que eu não gosto: à prudência”, escreveu FHC a Dias Toffoli para informar sua ausência, quinta-feira, na posse do novo presidente do STF.

E emendou: “Na torcida para que você, com competência e sobriedade, conduza o tribunal pelo caminho da sensatez e da firmeza. Potencialidades para tanto você tem”.

O ex-presidente se colocou à disposição em caso de necessidade, alertando que, hoje, “a palavra do STF é mais importante do que nunca”.

Dizendo-se otimista, a despeito de tudo, “pois há caminhos para que razão e emoção se encontrem”, ele avisa Tofolli que o ministro pode “ajudar na construção dessa ponte”.

Leia mais notas da coluna:
+ Após atendado, cai número de pessoas que não conhecem Bolsonaro
+ Ministro quer novo modelo de gestão para Museu Nacional