FHC antecipa palestra mas não fala sobre greve dos caminhoneiros

Sonia Racy

29 Maio 2018 | 00h55

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO. FOTO: EVELSON DE FREITAS/ESTADÃO

Depois que Sérgio Moro suspendeu ontem depoimentos da Lava Jato, FHC – convocado como testemunha por advogados de Lula – decidiu. Antecipou a sua palestra sobre o modelo de Organizações Sociais, no Teatro Sérgio Cardoso, da tarde para a manhã.

O depoimento do tucano seria feito por videoconferência em São Paulo.

O ex-presidente, durante e depois de seu discurso, não tocou no assunto greve. Indagado pela coluna sobre o que achava do caos instalado, se limitou a dizer: “Vou esperar mais um pouco para dizer algo”.

Fernando Henrique gastou quase meia hora para atender pedidos de selfies…

Leia mais notas na coluna:

‘Só se fala o que se deve por medo das redes’, diz Maitê Proença

Tramita no Senado proposta de Cristovam Buarque sobre presença virtual em sessões