Federação de policiais federais critica proposta de Segovia

Sonia Racy

24 de fevereiro de 2018 | 00h55

FERNANDO SEGÓVIA

FERNANDO SEGÓVIA. FOTO: REPRODUÇÃO/AJUFE

Dias após a polêmica entre Fernando Segovia e associações da PF – envolvendo o inquérito sobre Temer –, a federação da classe, Fenapef, abre nova frente contra o chefe. Agora,  colocando-se contra sua proposta de se criar uma força de nível médio na PF.

“Só conseguimos buscar os grandes tubarões desse País depois de qualificar o policial federal”, justifica Flávio Werneck, da Fenapef. Segundo ele, atividades menos complexas podem ser desempenhadas por servidores administrativos.

Leia mais notas na coluna:

Rebelo defende Josué Gomes como candidato do PSB

Ferreira está otimista com projeto de privatização da Eletrobrás

Tendências: