Fé tricolor

Sonia Racy

28 de outubro de 2010 | 23h01

Mesmo com o SPFC cambaleando no Brasileirão, Juvenal Juvêncio não perde mais a paciência com o time. Ao ser perguntado sobre as chances do time na Libertadores em 2011, o dirigente diz: “Fé a gente tem, mas nem sempre é o suficiente”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: