Família a cavalo

Família a cavalo

Sonia Racy

07 de agosto de 2016 | 01h10

O hipismo está no sangue dos irmãos Manoel, Luiza, Pedro e Thaisa Tavares de Almeida. Todos começaram a praticar o adestramento ainda muito jovens, com ajuda do pai, que cria cavalos. “Sempre convivemos com o mundo hípico. Montamos desde os 4 anos”, conta Manoel.

O quarteto, que treina na Alemanha, está no Rio com uma missão: além de uma possível medalha, querem dar visibilidade ao esporte e mostrar como é possível democratizar sua prática.

“Muita gente acha que tem que ter cavalo para começar a praticar, mas não precisa. Existem escolas para crianças nas hípica. Esse primeiro contato é muito importante”, explica Luiza. “Os grandes atletas do mundo não compram cavalos. Isso é com o patrocinador”, completa Manoel.

Tudo o que sabemos sobre:

hipismoOlimpíada

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: