Falta luz

Sonia Racy

26 de março de 2010 | 08h26

Belo Monte pode viver seu dia de Cesp. O que significa isto? Que Lula pode sentir na pele o mesmo drama de Serra, que não conseguiu vender a estatal paulista por falta de interessados.

O governo pediu que as propostas pela construção de Belo Monte fossem apresentadas até hoje. E, pelo que se apurou até o fim da tarde de ontem, nenhum dos dois grupos estaria se preparando para tanto, por discordar das regras. Nem o da Camargo Corrêa, Odebrecht, CPFL e Braskem, nem o da Andrade Gutierrez, Vale e Votorantim.

E tampouco teria dado certo a tentativa do governo de incentivar o Grupo Suez a se tornar um terceiro player.

Tendências: