Falar e comer

Falar e comer

Redação

08 de abril de 2009 | 06h00

Na operação para manter as verbas indenizatórias “a qualquer preço”, deputados decidiram, semana passada, que aceitam proibir seu uso com alimentação. Depois acharam melhor reavaliar essa concessão.

Têm toda razão. Um pessoal que gasta em um ano R$ 18 milhões em comunicação – o que dá R$ 49.300 por dia – deve se cansar tanto de falar que também tem direito a refeição.

Veja também:
Documentário sobre a torcida corintiana, “Fiel”, de Andrea Pasquini, tem pré estreia no Unibanco Artplex mais imagens
Instituto Moreira Salles recebe o lançamento da Revista Serrote mais imagens
Outras notas no blog da coluna Direto da Fonte documento