Fala de Virgílio incomodou, mas tucanos querem virar a página

Sonia Racy

27 de fevereiro de 2018 | 01h05

ARTHUR VIRGILIO. FOTO ALBERTO CESAR ARAÚJO/ ESTADÃO.

Alguns tucanos de peso concluíram, em conversas no fim de semana, que Arthur Virgílio passou da conta nos ataques ao partido ao desistir de disputar as prévias presidenciais com Alckmin.

Um ou outro até acham “estranho” ele dizer o que disse e continuar fazendo parte da legenda. Mas  o sentimento dominante, ao que se apurou, é simplesmente virar a página e pensar no futuro. Leia-se, preparar os nomes para a campanha eleitoral.

Tendências: