Fair play

Sonia Racy

21 de março de 2012 | 01h01

Depois de perder a disputa com o MAM pelo gerenciamento da Bienal, Ricardo Ohtake recebeu dois telefonemas: um de Heitor Martins, da Fundação; outro de Ana de Hollanda.

Ambos agradeceram o empenho e a disposição do Instituto Tomie Ohtake na empreitada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: