Executivos com salários acima de R$ 1 milhão aumentam 11%

Sonia Racy

15 de dezembro de 2019 | 01h40

Crises e incertezas da economia não estão afetando os altos cargos – como os de CEOs e heads de unidades de negócios. Ao contrário, aumentou em 11% este mês, comparado com dezembro de 2018, o número de executivos do País com salários acima de R$ 1 milhão por ano.

Levantamento da Signium, que acompanha os movimentos de altos executivos, mostra ainda que o setor de salários anuais em torno dos R$ 700 mil cresceu 35%.

Tendência de alta
vem desde outubro

“A tendência começou em outubro e vem se confirmando”, avalia Marcelo Apovian, sócio da consultoria. Foram sondados setores como serviços, varejo, consumo e educação.

Catálogos

A partir de uma sugestão de Eduardo Saron, do Itaú Cultural, está no forno a formação de uma associação para reunir famílias de artistas que tenham planos para criar catálogos raisonnés — que divulgam, de forma técnica e artística, o conjunto de obras autênticas de um autor. O foco? Trocar experiências e orientar ações para produzir essas publicações.

Já constam como participantes João Cândido Portinari, Ana Lenice Dias, a Nicinha, do Projeto Leonilson, e Clara Gerchman, filha de Rubens Gerchman.

Museu, o retorno

As obras de reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, incendiado em 2015, ficaram prontas e Doria vai cortar a fita amanhã, às 14h30.

O governador aproveita para lançar o edital de licitação para definir a organização social que vai gerir o museu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: