Ex-ministro apoia decisão de JB Andrade de deixar o MinC

Ex-ministro apoia decisão de JB Andrade de deixar o MinC

Sonia Racy

16 de junho de 2017 | 14h55

Temer cumprimenta João Batista Andrade. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A decisão do ministro interino da Cultura, João Batista de Andrade, de não continuar no cargo, comunicada a Temer na manhã desta sexta-feira, recebeu a apoio de seu antecessor, o presidente licenciado do PPS, Roberto Freire.

O ex-ministro, que deixou o posto há cerca de um mês, já informou a Andrade, também filiado ao PPS, que o partido está de acordo com a decisão. Na sua análise, o status de interino teria feito com que o ministro “se sentisse sem sustentação” e atraísse os partidos da base aliada do governo Temer que ambicionam o cargo.

A decisão de João Batista acontece em meio a disputas pela nomeação de cargos no MinC e dois dias depois de esta coluna ter ressaltado que a manutenção do caráter interino de dois ministros, por Temer, estaria servindo ao propósito de manter “cartas na manga” para eventuais negociações políticas.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: