Evo e seu pagodeiro

Redação

22 de outubro de 2009 | 10h29

Evo Morales escolheu: Netinho de Paula será seu garoto-propaganda em São Paulo. É que os bolivianos que vivem fora do país poderão, pela primeira vez, votar em uma eleição presidencial – e Evo concorre a novo mandato no dia 6 de dezembro.

O presidente e o vereador encontram-se hoje em Cobija, na fronteira do Acre com a Bolívia, para selar a aliança. O trabalho do pagodeiro, na verdade, será um reforço mais psicológico do que numérico. “Dos 150 mil bolivianos que vivem no Brasil, 25 mil estão aptos a votar”, esclareceu Andres Guzman, senador aliado de Evo, que veio a SP assinar acordos com PT e PC do B.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: