EUA quer um Bate-cabeças

Redação

10 de outubro de 2008 | 08h16

Talk of town em Washington. Mesmo com o mandato de George Lame Duck Bush nos finalmentes, articuladores democratas, atrelados ao Congresso, ainda têm forças para iniciar discussões sobre a criação de uma espécie de “think-tank”, composto por estrelas da economia mundial.

A idéia é incluir economistas de países em desenvolvimento, que há anos apanham de crise após crise, criando “anticorpos” adaptáveis globalmente. A experiência do Brasil na edição de vários planos, inclusive um que deu certo, seria bastante útil neste esforço.

É, é interessante, o mundo. Desde a Primeira Guerra mundial, busca-se uma união de idéias, seja por meio da ONU, seja por outros mecanismos políticos, sem muito sucesso.

Hoje, o que está fazendo com que todos se unam nesta crise – que já entrou para a história -, em busca do bem comum, é o… bolso mesmo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: