Eu fico

Sonia Racy

13 de novembro de 2014 | 01h09

Mesmo ante notícias nada animadoras na área econômica nos últimos dias – como o projeto de lei de Dilma para driblar a meta fiscal – , os investidores estrangeiros continuam firmes e fortes na BM&F Bovespa.

Fica a pergunta: o que será que eles estão vendo que os brasileiros não enxergam?

Eu fico 2

Segundo se apurou, o mercado internacional está líquido e o fim de ano chegou. Se saírem agora de suas posições, os estrangeiros podem ser cobrados pelos clientes caso Dilma escolha um ministro da Fazenda pró-mercado.

Se ficarem no Brasil e a presidente optar por alguém antimercado, os administradores de fundos externos sempre podem dizer que… tentaram.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.