Estranho…

Sonia Racy

13 de fevereiro de 2014 | 01h09

Convite – com tudo pago – da Academia Pontifícia de Ciências do Vaticano a João Pedro Stédile, do MST, para seminário sobre excluídos, em Roma, deixou “consternado” dom Bertrand de Orleans e Bragança.

Numa “reverente e filial mensagem” de nove páginas que enviou ao próprio papa Francisco, o príncipe manifesta “grave preocupação” dos católicos com o gesto.

…no ninho?

Ele cita palestra feita por Stédile, na qual o líder do movimento diz que “a estrada das mudanças pela via institucional (no Brasil) parece decisivamente bloqueada”.

E ainda que tudo o que o MST conseguiu em 30 anos “é devido à prática das ocupações de massa”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.