Estranha, a vida

Redação

13 de dezembro de 2008 | 06h00

A Aracruz informou ontem, em fato relevante, que não chegou a acordo com os bancos sobre o pagamento de US$ 2,13 bi de derivativos tóxicos e segue negociando.

Mas… haveria outra saída?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: