Estilista inaugura ateliê nos Jardins e diz não acreditar em liquidação para seu negócio

Estilista inaugura ateliê nos Jardins e diz não acreditar em liquidação para seu negócio

Sonia Racy

07 de janeiro de 2018 | 00h41

Foto: Iara Morselli/Estadão

Flavia Brantt começou sua carreira na moda há nove anos, desenhando camisetas com motivos de santos e santas para uma marca que tinha com sua prima. Após um ano de sociedade, a estilista resolveu seguir carreira solo e fundou sua marca homônima, também focada no mesmo tema. “Na época, as camisetas viraram peça desejo e fui procurada por diversas multimarcas do Brasil. Há quatro anos comecei a focar mais na alfaiataria, que virou minha marca registrada de agora”, explica a estilista, que tem passagem pela Central Saint Martins, em Londres, onde estudou moda. No fim do ano passado, Flavia realizou o desejo de abrir seu próprio ateliê, nos Jardins. “Faço coleções cápsulas, duas peças de cada modelo, quando acaba, acaba. Também não entro em liquidação por considerar minha moda atemporal.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.