Espinhoso

Sonia Racy

18 de março de 2011 | 16h26

Depois de passar o carnaval internado em Brasília, preparando versão mais “consensual” do Código Florestal, Aldo Rebelo (PC do B) segue sua cruzada. Na quarta, ele se reuniu com o PMDB e ouviu do partido a promessa de que contaria com os 79 votos da bancada.

O próximo passo é convencer PTB e PP. De Marco Maia, presidente da Câmara, conseguiu garantia que o projeto deve ser votado ainda em março.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.