Esperanza

Sonia Racy

18 de novembro de 2011 | 23h07

Lotou o Novocine, mostra de cinema brasileiro em Madri encerrada na quinta. E o que mais surpreendeu foram os inúmeros telefonemas recebidos pela Fundação Brasil-Espanha, organizadora do festival. Todos pedindo emprego no País.

Sinal do drama que vive a Espanha, com cerca de 5 milhões de desempregados, um em cada dois jovens.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: