Esperanças

Sonia Racy

18 de janeiro de 2012 | 23h10

Grupo de médicos e cientistas brasileiros acaba de alcançar índice inédito: 60,2% de cura de câncer no fígado, com reversão de metástase.

Desde 1999, os pesquisadores, liderados por Felipe Coimbra, do A.C. Camargo, acompanharam 240 pacientes – 2 em cada 3 obtiveram sobrevida de 5 anos.

O resultado foi apresentado, ontem, em congresso em San Francisco, nos EUA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.