Espelho meu

Sonia Racy

26 de janeiro de 2012 | 23h08

Protógenes Queiroz acredita estar sofrendo o “efeito Paulo Ventura”, presidente justiceiro e namorador de O Brado Retumbante.

O deputado federal afirma que a minissérie “potencializou” o assédio feminino: “Agora é mais frontal. Tenho recebido mais declarações de amor. Uma moça, muito bem colocada na sociedade, avisou que vai me seguir”.

Solteiro, garante estar à procura de sua própria Maria Fernanda Cândido.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.