Esgrima intelectual

Sonia Racy

17 de fevereiro de 2011 | 23h12

A demissão dos 278 funcionários da USP pode parar no Ministério Público. Advogados do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade preparam denúncia contra o reitor João Grandino Rodas. E quem está se programando para apresentar o documento ao procurador é Plínio de Arruda Sampaio, ex-adversário de Serra nas eleições e professor aposentado da instituição.

Tem cheiro de briga política.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.