Esforços de FHC mantêm Alckmin na cabeça da chapa tucana

Sonia Racy

12 Junho 2018 | 01h00

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO. FOTO: EVELSON DE FREITAS/ESTADÃO

Os esforços de FHC para costurar uma única candidatura de centro para disputar a presidência mantêm Geraldo Alckmin na cabeça de chapa. Mas, pelo que se apurou, há um certo desânimo entre tucanos que torcem pelo ex-governador – ele carrega o “peso” das confusões do PSDB, que, dia sim, dia não, tem alguém de sua turma exposto.

Na avaliação dessas fontes, o resultado é: desorganização no comitê eleitoral, poucos recursos financeiros e escassez de decisões.

Fontes da Rede afirmam não haver “qualquer gesto de aproximação” do partido em relação ao PSDB. Na avaliação do grupo, os tucanos são tão difíceis de carregar quanto Temer.

Leia mais notas da coluna:

Economista vê o País ‘no limite da capacidade de se endividar’

Garantia de indulto seria razão do apoio de Temer a candidaturas de aliados