Esforço

Sonia Racy

26 de dezembro de 2015 | 03h00

Os internautas estão atentos. Existem, hoje, mais de 30 páginas no Facebook que levam o nome “Zika Vírus”. A maior parte divulga dados sobre o Aedes Aegypti e formas de prevenção. 

Além das fan pages , há nas redes inúmeros grupos fechados de grávidas dedicados a discutir a questão do vírus e os casos de microcefalia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.