Entra, sai

Sonia Racy

16 de agosto de 2015 | 00h10

É agitada a vida política da família de Alexandre Romano – tido como operador ligado a José Dirceu e preso anteontem pela Lava Jato. Seu pai, João Baptista Romano, foi prefeito de Americana entre 1964 e 1968 – e, cassado duas vezes, foi absolvido nas duas.

Na primeira, acusado de uso irregular de material de tiro de guerra. Na segunda, por aumento considerado abusivo das tarifas telefônicas, que naquela época eram municipais.