Emílio e Marcelo serão os últimos a receber caso recuperação judicial da Odebrecht seja aprovada nesta terça-feira

Sonia Racy

31 de março de 2020 | 00h57

MARCELO ODEBRECHT

MARCELO ODEBRECHT. FOTO: FELIX LEAL/FUTURA PRESS

Entre as cláusulas do Plano de Recuperação Judicial da Odebrecht está uma determinando que Emílio e Marcelo Odebrecht, somados aos seus cônjuges, somente receberão seus créditos devidos pelo Grupo depois que todos os outros credores tiverem recebido a sua parte. Montante? Algo em torno de R$ 100 milhões de créditos familiares – conforme a coluna adiantou ontem no Broadcast.

A exceção é para verbas trabalhistas, limitadas a 150 salários mínimos. Os acionistas da família Odebrecht poderão, sim, receber esta parcela um ano após a aprovação do plano de recuperação judicial.

O PRJ será votado hoje, virtualmente, em consequência do corona vírus.

Mosqueteiros?  

Octavio de Lazari, do Bradesco, Cândido Bracher, do Itaú, e Sérgio Rial, do Santander, enviaram mensagens de agradecimento à direção da Vale pelo apoio de logística e infraestrutura para que as três instituições conseguissem importar 5 milhões de testes rápidos do coronavírus, tomógrafos e respiradores. Que serão doados para o Ministério da Saúde.

Se não fosse a ajuda dada pela Vale, que tem presença de décadas no mercado chinês, essa agilidade teria sido muito menor.

Controle total

Doria redobrou cuidados. O acesso de pessoas ao seu gabinete foi reduzido, as reuniões passaram a ser virtuais e ele cancelou todas as agendas de viagem ao interior do Estado. Ele e a mulher, Bia, praticamente mudaram-se para o Palácio dos Bandeirantes. Os três filhos ficam em casa.

Curiosidade: as pessoas já adquiriram o hábito no Palácio de acionar o elevador com o cotovelo. E em cada porta foram colocados frascos de álcool gel. Após o uso de cada sala, equipamentos e até canetas são higienizadas.

Distração 

Um único outro assunto divide as atenções com o novo coronavírus nas redes sociais: o programa Big Brother Brasil. O ex-casal Neymar e Bruna Marquezine, por exemplo, se posicionou em torcidas opostas, e o jogador Gabigol prometeu sortear uma camisa do Flamengo se seu participante preferido permanecer após a eliminação de hoje do programa.

Até o MBL e a Mídia Ninja publicaram em suas redes para qual participante do reality estão torcendo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: