Embaixador Vinicius

Redação

02 de maio de 2009 | 10h58

Vinicius de Moraes, poeta e diplomata, está sendo promovido. Podem chamá-lo, agora, de poeta e embaixador.

Quarenta anos depois de expulso do Itamaraty, que não morria de entusiasmo por seu jeito boêmio de servir à causa, o inventor da Garota de Ipanema vai subir de posto na carreira.

O ministro Celso Amorim já encaminhou o pedido a Lula. Saindo a promoção, os herdeiros ganham pensão em torno de R$ 10 mil.

Veja também:
documentoOutras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.