Em novo projeto, “mais fundo partidário para menos partidos”

Sonia Racy

06 de novembro de 2016 | 01h05

Rogério Chequer, do movimento Vem Pra Rua, se diz assustado com o projeto do tucano Marcus Pestana que propõe criar um Fundo de Financiamento da Democracia – nova versão do fundo partidário.

Motivo? O texto sugere o repasse, ao novo fundo, de 2% da arrecadação do IR, que hoje representam cerca de R$ 3 bilhões/ano. O atual Fundo Partidário está um pouco abaixo dos R$ 800 milhões.

“É quatro vezes mais que hoje. Combinado com uma reforma partidária que reduzirá o total de 35 legendas a menos da metade disso, cada uma ficará com uma verba milionária”, calcula Chequer. “Ficará pior do que agora.”

Tendências: