Em jantar com empresários, Bolsonaro diz que ele e Paulo Guedes são ‘inseparáveis’

Sonia Racy

09 de abril de 2021 | 00h40

BOLSONARO NO PLANALTO. FOTO: GABRIELA BILÓ/ESTADÃO

Ninguém usou máscara – antes, durante e depois – do jantar, anteontem, em torno de Bolsonaro, na casa de Washington Cinel, em São Paulo. O que causou certo desconforto entre alguns dos convidados, preocupados em se proteger da covid-19.  

Mas convite do presidente da República é convite do…presidente. E ninguém reclamou . Ao que se apurou, quem foi convocado não faltou e muitos dos que não entraram na lista do Planalto integram outra lista recente: a de signatários da Carta dos Economistas.  

 Sem máscara  

 Segundo fontes da coluna, só havia dois bolsonaristas de carteirinha na casa do Jardim América: o próprio anfitrião e José Issac Perez, da Multiplan. O suspense, antes dos discursos e falas, girou em torno da velocidade da vacinação no Brasil e também sobre dúvida na permanência da atual equipe econômica.  

Sobre Paulo Guedes, Bolsonaro declarou que ambos “são inseparáveis”. E justificou: “Mesmo porque em uma separação, eu teria que pagar pensão”. 

 Sem máscara 2  

No que se refere a Roberto Campos Neto, o presidente reiterou satisfação com sua atuação. E afirmou que vai oficializar sua indicação para sabatina no Congresso. Ele será o segundo banqueiro central independente da história do Brasil. O primeiro foi…seu avô, de mesmo nome, pouco antes da mudança de regras que tornaram, na época, o BC… dependente.

Confirmando 

 Carlos Wizard está nos Estados Unidos visitando laboratórios e fabricantes de imunizantes, conforme adiantou o blog da coluna ontem. O empresário lidera, junto com Luciano Hang, grupo que planeja compra de vacinas para seus funcionários. 

 De acordo com Wizard, conversas com fabricantes na Ásia, Europa e Estados Unidos estão avançadas. “Estamos avaliando fatores como qualidade, tempo de entrega e preço”, diz. 

 Juntos 

 O Masp acaba de incorporar em seu acervo obras de Leonilson e de Leda Catunda. Da mesma geração, os artistas foram amigos e trabalharam juntos nos anos 1980. De Leonilson, vem o trabalho Agora e as Oportunidades. De Leda, chega a pintura Barriga, que já foi exposta em duas edições da Bienal de SP, em 1994 e 2018. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.