Em Bruxelas, Araújo discute Venezuela com ‘chanceler’ da União Europeia

Sonia Racy

28 de junho de 2019 | 10h34

JAIR BOLSONARO E ERNESTO ARAÚJO. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

ERNESTO ARAÚJO, COM BOLSONARO. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Enquanto em Osaka, no Japão, o presidente Bolsonaro se reunia nesta sexta-feira, 28, com seu colega francês Emmanuel Macron e o convidava para visitar a Amazônia, o ministro Ernesto Araújo tinha outro encontro “de cúpula”, em Bruxelas, com a alta representante da União Europeia para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini – para falar, entre outros temas, de… Venezuela.

A agenda de Araújo com a chanceler da UE teve ainda dois outros assuntos. Um deles, definir a programação da visita que a comissária Mogherini  fará ao Brasil ainda este ano. Outra, definir ações conjuntas das duas partes em países africanos – uma espécie de “colaboração trilateral” naquele continente.

A conversa sobre Venezuela ocorre num momento em que a comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, acabou de visitar o país, onde foi negociar com Nicolas Maduro a situação dos presos políticos.

Tendências: