Em branco

Redação

09 de outubro de 2008 | 08h44

Escritórios especializados de São Paulo estão levando grandes bancos brasileiros aos tribunais para denunciar contratos que – nas letrinhas miúdas – incluem “operações estruturadas” com “derivativos”, rigorosamente “tóxicas”. Os queixosos, em geral, são empresas de porte médio para baixo, cujos financeiros não entenderam o que assinavam.

Os contratos são tão claramente leoninos que as sentenças contra os bancos têm saído em rito quase sumário.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: