Em alerta

Sonia Racy

15 de dezembro de 2015 | 01h20

O diretório estadual do PT recebeu anteontem lideranças e representantes de movimentos sociais. A orientação, no encontro, foi clara: o partido está em alerta e “não entrará em recesso”.

 

Apostas

Para amanhã, a avaliação da Central de Movimentos Populares é que o número de manifestantes contra o impedimento de Dilma, em São Paulo, chegue a 50 mil. O presidente do diretório estadual petista, Emídio de Souza, não quis arriscar um número. “Será o maior ato que já fizemos contra o impeachment.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: