Em 2006, Alckmin saltou de 6% para 15% em duas semanas com tempo de TV

Sonia Racy

24 de agosto de 2018 | 00h55

GERALDO ALCKMIN

GERALDO ALCKMIN. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

O “ataque” de Bolsonaro às bases tucanas em São Paulo acendeu uma luz na campanha de Alckmin. E reforçou a ideia de que ele, em terceiro nas pesquisas de seu próprio Estado, tem que crescer rápido na campanha na TV.

Coisa que o ex-governador conseguiu em 2006, quando saltou de 6% para 15% nas duas primeiras semanas de horário eleitoral.

Leia mais notas da coluna:

PT perde primeiro pedido de resposta contra Alckmin

Dumping em aluguéis leva insatisfação à Faria Lima

Tudo o que sabemos sobre:

geraldo alckmin